BLOG DA LU

Blush cremoso: as vantagens e os tons para cada pele

Não é de hoje que o blush cremoso vem ganhando as prateleiras das marcas de beleza. Este formato veio para ficar porque tem tudo a ver com nossos anseios atuais, de uma make mais leve e prática – fácil de usar, ele pode ser aplicado também nas pálpebras e nos lábios, fazendo as vezes de sombra e batom. Não é demais? Por isso, hoje eu trago para você as vantagens do blush cremoso, os truques para aplicar e como escolher a melhor cor de blush para o seu tipo de pele.

A primeira dica que eu dou, claro, é que você consulte sua cartela de coloração pessoal. (Aliás, já viu a versão 2021/2022? Está ainda mais linda, intuitiva e completa, com novo design para os tons de make e mais. Garanta a sua clicando aqui).

Lembrando que peles mais quentes ficam perfeitas em tons como pêssego, vermelho alaranjado e acobreados/bronzeados. As peles mais frias pedem tons mais rosados e até vermelhos-cereja ou com pitadas de vinho.

Se você ainda não fez seu teste de coloração pessoal, a maquiadora Le Alves – formada pela The London School of Beauty and Makeup e pelo Senac, com 10 anos de experiência – sugere outro caminho superbacana: “pense na cor natural do seu corado. Uma dica para você descobrir isto é apertar a maçã do rosto e ver de qual cor ela fica. Aí é só escolher um blush cremoso que pareça com este tom”.

É importante pensar que o blush cremoso tem um aspecto supernatural porque adere bem à pele e dá um viço lindo, por isso é ideal para peles maduras. “Entre as vantagens desse tipo de blush está a aplicação fácil, inclusive com os dedos. Se preferir um pincel, escolha um modelo de cerdas sintéticas, que funciona melhor para produtos cremosos. Comece com uma pequena quantidade e acrescente mais, caso necessário. Esse tipo de blush costuma ser bem pigmentado, por isso é melhor adicionar depois do que ter que tirar o excesso. Outro truque é usá-lo embaixo de um blush convencional, para aumentar a durabilidade”, diz Le Alves.

Para completar esse verdadeiro dossiê do blush cremoso, ela ainda indica o que levar em consideração para fazer a melhor escolha: “as embalagens em stick são práticas de aplicar e de levar na bolsa. A formulação de alguns modelos vai além da função cosmética e possui também componentes que tratam a pele. Por fim, eu acho muito importante eleger marcas que não testam em animais”, conclui.

Agora quero saber de você: já aderiu ao blush cremoso? Qual tom e marca você usa? Divide com a gente aqui ou no instagram e me marca: @lucianaulrich!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

X