BLOG DA LU

Dione Occhipinti e o curso de fashion styling

post 49 - Dione Occhipinti e styling - Marie Claire

Estou superfeliz de contar aqui que nos dias 23, 24 e 25 de agosto temos mais uma edição* do curso de Fashion Styling, realizado pela Studio Immagine em parceria com a querida Dione Occhipinti.

O curso é indicado para quem quer iniciar ou complementar uma carreira na área de produção de moda, styling de moda e personal styling. Nele, algumas perguntas serão respondidas: qual o papel e o que faz um stylist de moda? Como criar looks originais? Como interpretar tendências e características de uma marca? Como iniciar no universo de personal styling?

E não é por acaso que o curso é um dos mais procurados aqui na Studio Immagine: a Dione Occhipinti é stylist formada pela Uptodate Fashion Academy de Milão e pela London College of Fashion. Ela fez mestrado em Fashion Promotion no Istituto Marangoni de Paris e estudou Direção de Arte na Central St Martins de Londres, além de ser professora no Istituto Marangoni de Paris.

post 49 - Dione Occhipinti e styling - Marie Claire
Trabalho de styling de Dione para a revista Marie Claire

Atualmente, ela realiza trabalhos para clipes de música, revistas como a L’Officiel, a Vogue e a Nylon, além de fazer styling para desfiles na Paris Fashion Week e de vestir celebridades para o red carpet de grandes eventos, como o Festival de Cannes.

post 49 - Lu Ulrich e Dione Occhipinti e styling

Conversei com ela para trazer um tira-gosto do que vai rolar no curso:

Lu: Qual a diferença entre atuar como personal stylist e fazer styling para desfiles e videoclipes?

Dione Occhipinti: No styling para figurino de clipes, a gente pensa em um personagem. Então, além dos atributos da pessoa, leva em conta um universo imaginário, de sonho. Já quando a gente trabalha com personal styling, o estilo da pessoa precisa ser considerado. Também temos que pensar em construir a continuidade de uma imagem. Em um desfile é completamente diferente. As modelos vão ter cabelos, maquiagens e roupas de acordo com aquela coleção. Ou seja, a gente não considera as características e o estilo das modelos, mas veste de acordo com a história que a marca quer contar.

 

Lu: Qual a importância da cor em um trabalho de styling?

Dione Occhipinti: É um dos elementos mais importantes do visual. Quando a gente está montando um editorial, já pensa em uma paleta de cores, como se fosse um filme. Já como personal styling, trabalhamos a cartela pessoal da cliente e as cores que vão favorecê-la. Em videoclipes, até a lógica contrária vale, já que é o mundo da fantasia. Então um vilão pode ficar mais vilão de acordo com as cores que você escolhe para ele, principalmente em maquiagem e cabelo.

 

Lu: Você usa truques de estilo com a ajuda das cores?

Dione Occhipinti: As estampas e cores são essenciais para trabalhar com ilusão de ótica e criar o aspecto que a gente deseja, como afinar e alongar a silhueta. As linhas, volumes e texturas também entram na jogada para criar a proporção desejada.

 

Lu: Qual conselho você daria para quem deseja começar a trabalhar com styling de moda?

Dione Occhipinti: Eu diria para começar a conviver com as pessoas. Na moda a gente não pode ser tímido: tem que se apresentar, oferecer trabalho, fazer cursos. É um meio muito concorrido e as coisas não acontecem sozinhas. É preciso também treinar o olhar para evoluir: assistir a vídeos, ler, viajar, observar as pessoas na rua e ver filmes. Tudo isso vai ajudar no dia a dia de um bom stylist.

 

 

*Para fazer sua inscrição no curso, clique aqui.

Posts Relacionados

X